EFECopenhaga

As autoridades norueguesas confirmaram hoje o seu papel mediador numa fase inicial para dar início a um diálogo político entre o Governo venezuelano e a oposição que resolva a crise na qual o país sul-americano se encontra.

"A Noruega informa que teve contatos preliminares com representantes dos principais atores políticos da Venezuela, numa fase exploratória, com o objetivo de apoiar a busca de uma solução para a situação do país", afirmou o Ministério dos Negócios Estrangeiros norueguês em comunicado.

Oslo elogiou os "esforços" das partes e mostrou a sua disposição a continuar a apoiar "a procura de uma solução pacífica".

O presidente do Parlamento da Venezuela e autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, reconhecido por mais de 50 países, tinha confirmado esta quinta-feira os contatos.

"Sim, há enviados na Noruega (...) Agora, também o disse até à exaustão, não nos vamos emprestar a negociações falsas que não leve a três coisas: cessação da usurpação, governo de transição e eleições livres", asseverou.

A televisão pública norueguesa NRK tinha antecipado que os contatos entre as duas partes tiveram início em Cuba e continuaram depois com várias reuniões num lugar secreto em Oslo.