EFEMunique

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje que é "impossível" prever a direção que o coronavírus da China irá tomar e expressou "preocupação" com o "número crescente de casos" nesse país, de acordo com o seu diretor executivo, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Numa conferência de imprensa realizada durante o fórum de segurança em Munique (Alemanha), o responsável da OMS disse que os especialistas da organização trabalham "em estreita colaboração" com os da China e expressou a sua preocupação com os "rumores e desinformação" que surgem em relação à doença.