EFEMadrid

O presidente do governo de Espanha e candidato à reeleição, o socialista Pedro Sánchez, disse esperar uma grande participação nas eleições deste domingo, a segunda em 2019 e a quarta nos últimos quatro anos no país.

Sánchez foi o primeiro dos líderes dos maiores partidos espanhóis a exercer o direito ao voto, de manhã, apenas meia hora após a abertura das urnas.

"O voto de hoje definirá a Espanha de amanhã", declarou o político a jornalistas, ao lado da esposa, após votar.