EFEMadrid

O presidente do Governo em funções de Espanha, Pedro Sánchez, afirmou que "há que ir mais longe e fazer as coisas mais rápido" em matéria de emissões, já que "ou marcamos um ponto de inflexão ou deixamos para trás o ponto de não retorno".

Sánchez expressou-se assim no seu discurso na cerimónia de inauguração da cimeira do clima de Madrid, COP25, que se realiza até 13 de dezembro e à qual assistem representantes de quase 200 países.

O líder espanhol afirmou que "Espanha está pronta para dar um passo à frente" e vai aumentar "a redução de emissões com os olhos na cimeira de Glasgow", a sede da próxima Cimeira do Clima.