EFENova Iorque

A farmacêutica Pfizer garantiu esta sexta-feira que a sua vacina contra a covid-19 apresenta uma eficácia de 90,7% em crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 11 anos.

Num documento publicado no âmbito de uma reunião prevista para a próxima semana com a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos, a empresa explicou que realizou um teste clínico com cerca de 2.000 menores.

Segundo a companhia, apenas três menores que foram inoculados com a vacina acabaram contagiados, enquanto 16 das crianças pertencentes ao grupo que recebeu um placebo contraíram a doença.

A Pfizer e a BioNtech solicitaram à FDA no passado dia 7 a autorização para o uso emergencial da sua vacina contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

De momento a FDA apenas autoriza o uso dessa vacina a partir dos 12 anos.

Antes de apresentarem a sua autorização, as farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciaram que os resultados dos últimos testes clínicos geraram uma "robusta" resposta de anticorpos e que a vacina é segura, o que aproximaria a possibilidade de um soro infantil disponível até ao final de outubro ou início de novembro.