EFEPequim

A Comissão Nacional de Saúde da China informou hoje que o número de mortes no seu território pela pneumonia COVID-19, causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, foi de 9, o quinto dia consecutivo em que essa estatística fica num único dígito.

Segundo a fonte, todas as mortes ocorreram na província centro-oriental de Hubei, especificamente na sua capital, Wuhan, com uma população de cerca de 11 milhões de habitantes e epicentro do surto.

Além disso, após contar ontem com um novo contágio local por coronavírus, uma série de 3 dias sem disgnosticar nenhum, o país asiático voltou a colocar a contagem em 0, enquanto os casos "importados" (viajantes vindos do extrangeiros) ficou em 39.

O organismo oficial disse que os 39 novos casos "importados" detetados até à meia-noite local (16:00 GMT de domingo) foram localizados em Pequim (10), Shanghai (10), Fujian (6), Canton (6), Shandong (2), Gansou (2), e um em cada uma das seguintes províncias: Zhejiang, Henan e Chongqing.

Assim, o número total de pessoas infetadas diagnosticadas na China desde o início da pandemia é de 81.093, entre as quais 3.270 pessoas faleceram.

Um total de 72.703 pessoas receberam alta após recuperarem com sucesso da doença, elevando o número de infeções "ativas" no país asiático para 5.120, 1.749 das quais estão em estado grave (1.699 delas em Wuhan).