EFELisboa

O rei emérito Juan Carlos I de Espanha não está em Portugal, confirmaram hoje à Efe fontes oficiais, pelo que se descarta a possibilidade de que tenha ido viver para o Estoril, como foi comunicado esta segunda-feira pela imprensa portuguesa.

Desconhece-se de momento o paradeiro de Juan Carlos I, que ontem comunicou ao seu filho, o rei Felipe VI, a sua decisão de viver fora de Espanha.

Alguns meios de comunicação especularam nas últimas horas sobre a ideia de que o rei emérito espanhol se tinha mudado para o Estoril, onde passou a sua infância, já que os seus pais viveram parte do seu exílio nesta localidade.

Com a sua saída de Espanha, Juan Carlos I pretende facilitar o exercício das funções do seu sucessor: "O meu legado e a minha própria dignidade como pessoa assim o exigem", assinalou na carta enviada ao filho, na qual assegura que a decisão foi tomada "com um lamento profundo, mas com grande serenidade".

Apesar de residir fora de Espanha, Juan Carlos I vai continuar a pertencer à Família Real e manter o título vitalício que lhe foi reconhecido após a sua abdicação em junho de 2014.

O anúncio da sua saída de Espanha culmina um período de deterioração da sua imagem depois de meses de notícias sobre possíveis negócios ocultos.

O debate sobre a inviolabilidade do chefe de Estado espanhol aumentou recentemente devido a novas informações sobre o suposto dinheiro oculto que o rei emérito tinha na Suíça e a doação de 65 milhões de euros que fez à sua amiga, Corinna Larsen, à margem do fisco.