EFEMadrid

O presidente do Governo espanhol interino, Pedro Sánchez, considerou que "não se dão as condições" para que o líder do Podemos, Pablo Iglesias, "seja membro do Governo".

Numa entrevista no canal La Sexta, Sánchez assinalou que há várias razões que sustentam essa tese, entre elas as diferenças com o Podemos sobre a Catalunha, e explicou que não se pode "permitir o luxo de ter um vice-presidente" que, "por lealdade", o único que faça perante uma crise neste assunto seja "olhar para outro lado ou silenciar-se".