EFEBruxelas

O Presidente do Governo espanhol interino, Pedro Sánchez, considerou esta sexta-feira que o Unidas Podemos "tem todo o direito a ver-se representado no âmbito da administração pública", embora não tenha falado especificamente de cargos no Gabinete, ressaltando a sua fórmula de um "Governo de cooperação".

Em conferência de imprensa após a cimeira europeia, Sánchez afirmou que sugere ao Podemos um acordo de cooperação em três âmbitos: o parlamentar, com o partido como parceiro preferente, programático -para iniciarem juntos "avanços sociais"- e "cooperação institucional".

Sobre este último âmbito, Pedro Sánchez considerou que "logicamente o Unidas Podemos tem todo o direito de se ver representado no âmbito da administração pública", para ressaltar depois que a sua proposta ao partido de Pablo Iglesias é "razoável, sensata e ambiciosa".