EFE

Kiev

O exército ucraniano ganhou terreno em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, onde conseguiu que o inimigo retrocedesse para uma secção da fronteira estatal com a Rússia, disse esta segunda-feira o ministério da Defesa da Ucrânia.

Os militares ucranianos continuam com uma bem sucedida contraofensiva a norte de Kharkiv, segundo uma publicação do ministério no Facebook, onde se avança que um batalhão da 127ª Brigada das Forças Armadas da Ucrânia da cidade de Kharkiv "fez os russos retrocederem e chegar a uma secção da fronteira estatal".

O último relatório do Alto Comando militar ucraniano também aborda a situação na região de Kharkiv, assinalando que o inimigo continua a concentrar os seus esforços na manutenção das suas posições nessa região.

O relatório acrescenta que o exército russo continua a sua ofensiva na Zona Operacional do Leste da Ucrânia, na direção de Donetsk, onde atacou infraestruturas militares e civis, e está a preparar outra ofensiva na zona de Izum.

As tropas russas reforçaram o controlo sobre a fronteira Ucrânia-Rússia nas regiões de Bryansk e Kursk e atacaram as infraestruturas civis com artilharia na área das cidades de Dovhenke, Ruski Tyshki, Ternova e Petrivka.

Em Mariupol, por sua parte, continuam os ataques a grande escala de artilharia e aéreos, segundo o relatório militar, que assinala que os principais esforços do exército russo se concentraram no bloqueio e eliminação de unidades ucranianas na área da fábrica metalúrgica de Azovstal.

No último dia, as unidades de defesa aérea ucranianas abateram 11 alvos aéreos inimigos: dois helicópteros (Ka-52 e Mi-28), sete UAV operacionais e táticos e dois mísseis de cruzeiro.

O comando ucraniano relata também que, nas últimas 24 horas, foram repelidos 17 ataques inimigos nas direções de Donetsk e Lugansk, e três tanques inimigos, um sistema de artilharia, seis porta-aviões blindados e um veículo foram destruídos.