EFE

Lviv (Ucrânia)

As autoridades ucranianas informaram esta sexta-feira de novos ataques nos arredores da capital, Kiev, e da continuação dos intensos combates na região de Donetsk, no leste do país.

O ataque com um míssil sobre um alvo militar das imediações da capital provocou pelo menos quinze feridos, segundo informou o governador da região, Oleksiv Kuleba, através do Telegram.

Foram também registados mais de dez ataques com mísseis na região de Chernihiv, ao nordeste da capital, um dos quais causou danos num edifício governamental, segundo as suas autoridades regionais.

Os intensos combates continuam no leste do país, com um balanço de oito civis mortos em Donetsk na quinta-feira, segundo os dados atualizados na última madrugada pelo site Ukrinform.

Em Lugansk, tal como no Donbass, as forças ucranianas conseguiram repelir até seis ataques das tropas russas, de acordo com esse meio.

As tropas ucranianas tentam recuperar posições no sul do país, e numa das suas cidades, Kropivnitski, contabilizaram-se ontem cinco mortos e perto de quarenta feridos, segundo o último balanço da autoridade militar regional.

Em Kherson, cidade estratégica do sul do país, o exército ucraniano lançou ao longo da noite seis ataques contra posições inimigas, dentro da sua estratégia para lançar uma grande ofensiva e cortar as vias de fornecimento das tropas russas.