EFEBruxelas

A Comissão Europeia (CE) aprovou esta quarta-feira um acordo com a farmacêutica americana Moderna para adquirir mais 300 milhões de doses da sua vacina contra a covid-19 para os países da União Europeia, que se juntam aos 160 milhões de doses que já tinha acordado com a empresa no ano passado.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, fez este anúncio numa conferência de imprensa para apresentar a nova estratégia da União Europeia para promover a investigação, produção e autorização de vacinas contra as novas variantes do coronavírus.

O novo acordo com a Moderna chega no mesmo dia em que a Pfizer e a BioNTech anunciaram que vão proporcionar mais 200 milhões de doses suplementares (e outras 100 milhões opcionais) da sua vacina aos Estados da UE depois de fechar também um contrato com o Executivo comunitário.