EFEBruxelas

A Comissão Europeia (CE) alertou esta quarta-feira sobre a gravidade da segunda vaga de coronavírus na União Europeia (UE) e pediu aos Estados membros "coordenação" no enfoque e "valentia" nas medidas para "salvar vidas".

"A situação da COVID-19 é muito grave (...) Todos os dados apontam a uma forte expansão do vírus em toda a Europa. Estamos no mais fundo da segunda vaga. Só na semana passada atingiu-se um número de 1 milhão de infeções confirmadas. Nas próximas semanas estes números vão continuar a aumentar e muito rapidamente", disse a presidente da CE, Ursula von der Leyen, em conferência de imprensa.

A presidente do Executivo comunitário acrescentou que a UE deve "intensificar" a sua resposta e fez "um apelo aos Estados membros para que trabalhem em estreita colaboração pois "as valentes medidas que se tomem agora vão ajudar a salvar vidas e proteger os meios de subsistência".