EFE

Kiev

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai discursar por videoconferência na próxima cimeira da NATO, que será realizada em Madrid nos dias 29 e 30 de junho, segundo confirmou Ihor Zhovkva, vice-diretor do gabinete presidencial.

"O presidente da Ucrânia (...) foi convidado a participar na cimeira através de uma chamada de vídeo. O presidente foi convidado a falar na primeira sessão desta cimeira, isto é, na sessão inaugural, à qual assistirão os 30 líderes, os aliados da NATO", disse Zhovkva, segundo a agência local Ukrinform.

Zhovkva assinalou que o evento terá como resultado a adoção de um novo conceito estratégico em matéria de defesa para a NATO com a qual encarar a próxima década.

A reunião aprovará uma declaração final, e, segundo Zhovkva, a situação de Ucrânia, assim como a agressão russa que começou no passado 24 de fevereiro, terão um papel destacado neste documento.

Espera-se que a cimeira de Madrid, com cerca de 40 líderes mundiais, entre os dos países membros e os convidados, e 5.000 assistentes, marque o rumo da aliança militar para a próxima década num momento em que a NATO encara a invasão russa da Ucrânia.

Zhovkva também disse que o presidente Zelensky tem previsto participar na cimeira do Grupo dos Sete (G7) na próxima semana.