EFELisboa

O pintor Alberto Reguera retorna a Lisboa com uma exposição das suas paisagens tridimensionais abstratas e expandidas, no âmbito da Mostra Espanha, certame bienal que leva a cultura espanhola a Portugal.

A exposição "Paisagens abstratas tridimensionais expandidas" está aberta ao público até 4 de novembro na galeria São Mamede, da capital portuguesa, com a qual Reguera (Segóvia, 1961) trabalha há dois anos, com obras realizadas principalmente em 2020 e 2021 e muitas exibidas pela primeira vez.

A exposição mostra a obra do artista por meio de duas vertentes, as paisagens abstratas tridimensionais e as pinturas que se expandem na tela.

"São o resultado da sobreposição de muitas camadas de tinta que criam um objeto pictórico que ao mesmo tempo é uma paisagem", explica o artista à EFE, que destaca que essas obras produzem o efeito de "diluir o conceito que existe entre a pintura e a escultura".

São pinturas muito densas, que "explodem pelos seus lados", diz: "Quando o espectador as percebe, tem a sensação de que ocupam mais espaço".