EFELisboa

O primeiro-ministro de Portugal, o socialista António Costa, felicitou o líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, pela sua vitória nas eleições gerais de Espanha, nas quais obteve 28 % dos votos.

A felicitação chegou num breve telefonema depois de se conhecer a contagem final, que dá 120 cadeiras aos socialistas, seguidos pelo conservador Partido Popular, com 88.

Com este resultado, Pedro Sánchez fica a 56 cadeiras da maioria absoluta, pelo que deverá atingir pactos para poder formar Governo, uma situação seguida com vivo interesse em Portugal, onde o Partido Socialista luso governa desde 2015.

Costa e Sánchez mantêm uma relação próxima desde então, e ambos encontraram-se em várias ocasiões em Madrid e Lisboa, onde foi patente o interesse do espanhol pela estabilidade parlamentar conseguida pelo primeiro-ministro português, que na sua primeira legislatura (2015-2019) governou em minoria apoiado pela esquerda radical.

Atualmente acaba de dar início ao seu segundo mandato, de novo em minoria mas desta vez sem o apoio parlamentar da esquerda marxista do Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português, devido ao seu aumento de força parlamentar nas eleições do passado 6 de outubro, que o deixou a oito cadeiras da maioria absoluta.