EFEMadrid

O autarca de Madrid, José Luis Martínez-Almeida, rejeitou esta sexta-feira a possibilidade de Madrid acolher a final da Liga dos Campeões em vez de Lisboa, "único palco" que o presidente da câmara vê para acabar a competição apesar dos novos surtos na capital portuguesa.

Martínez-Almeida foi perguntado pela imprensa se os novos surtos em Lisboa poderão levar a final da "Champions" ao estádio Wanda Metropolitano de Madrid, que já foi sede da final na edição passada, ganha pelo Liverpool.

"Nisso não posso dar a minha opinião. Espero verdadeiramente que em Lisboa as coisas se desenvolvam o melhor possível. Além disso, uma vez que foi eleita como sede da final, o que espero é que a final possa ser disputada em Lisboa, porque isso diria que conseguiram controlar esses surtos", disse o autarca de Madrid.

Martínez-Almeida, adepto declarado do Atlético de Madrid, de momento a única equipa espanhola que assegurou a sua presença nos quartos de final, acrescentou que seria "uma boa notícia não só para os portugueses mas também para os espanhóis, que nos alegremos profundamente que as coisas possam correr bem (a Portugal)".

"Por isso digo que atualmente o único cenário é que Lisboa possa realizar essa final da 'Champions', porque seria boa notícia para essa cidade, pois significaria que esses surtos foram controlados", disse.