EFELisboa

A estatal China Three Gorges, principal acionista da elétrica Energias de Portugal (EDP), desembolsou 220,27 milhões de euros na operação de aumento de capital da companhia para manter a sua posição de 21,47% do capital.

Num comunicado enviado esta quarta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP explicou que a China Three Gorges decidiu exercer os seus direitos de subscrição no aumento de capital.

A empresa chinesa comprou 66.749.114 ações a um preço unitário de 3,30 euros, o que representa um desembolso total de 220,27 milhões.

A China Three Gorges tem uma posição de 21,47% no capital da EDP, depois de ter vendido este ano uma participação de 1,8%.

O aumento de capital da EDP, de mais de mil milhões de euros, procura financiar parcialmente a compra da espanhola Viesgo, anunciada no mês passado.

A segunda maior acionista da elétrica, a espanhola Oppidum, também exerceu os seus direitos de subscrição e desembolsou cerca de 74 milhões para manter a sua participação de 7,19%.