EFELisboa

As autoridades portuguesas confirmaram no domingo o primeiro caso de um cidadão nacional infetado com coronavírus, um homem de 41 anos que trabalha como tripulante no cruzeiro Diamond Princess, atracado ao sul de Tóquio.

O caso foi testado pelas "autoridades médicas japonesas", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros português num comunicado enviado à Agência Lusa.

O homem, identificado como Adriano Maranhão, trabalhava como tripulante no Diamond Princess, atualmente atracado em Yokohama (sul de Tóquio) sob quarentena e onde foram registados mais de 600 casos de coronavírus.