EFELisboa

A Polícia Judiciária (PJ) informou esta segunda-feira o desmantelamento de uma "rede internacional" que importava narcóticos "oriundos de Espanha" para várias regiões de Portugal.

Os detalhes da operação, que começou no início do ano e foi realizada em duas fases, começaram a ser revelados num comunicado enviado pelo PJ para dar conta dos resultados mais recentes, que incluem a prisão de cinco indivíduos entre 25 e 31 anos de idade, um deles espanhol.

Os agentes afirmam que estes cinco indivíduos transportavam "cannabis suficiente para a preparação de milhares de doses individuais" que lhes foram apreendidas, assim como dinheiro, equipamento de telecomunicações e dois veículos, entre outros.

As autoridades tinham estado a segui-los durante vários meses e descobriram que estavam a utilizar "métodos particularmente sofisticados", especialmente na recolha, embalagem e transporte entre Espanha e Portugal, que era feita principalmente "por via terrestre".

Os cinco detidos nesta segunda fase juntam-se a outros cinco que foram apreendidos pelas autoridades na primeira parte desta operação, que teve arrancou nos primeiros dias deste ano.

Estima-se que forneciam pelo menos cannabis -as autoridades não detalham se estavam a transportar outro tipo de estupefacientes- às regiões portuguesas de Trás-os-Montes, Alto Douro e Guarda, que fazem fronteira com a Galiza e Castela e Leão.