EFELisboa

Várias dezenas de pessoas foram hoje detidas numa megaoperação policial que desdobrou quase meio milhar de agentes em várias cidades de Portugal contra o grupo de motociclistas "Hells Angels"

A operação, de uma magnitude pouca vezes vista no país, é dirigida pela União Nacional Contra o Terrorismo da Polícia Judiciária (PJ) portuguesa, que indicou à Efe que irá oferecer mais detalhes sobre o caso assim que a diligência termine.

Mais de 400 uniformizados realizam a esta hora buscas em casas e em várias sedes deste grupo distribuídas por Lisboa, Porto, Almada, Setúbal e Faro, que se saldaram por enquanto com pelo menos 30 pessoas detidas, segundo avança a imprensa local.

As primeiras informações apontam que a maioria dos detidos são motociclistas e que o caso está relacionado com uma agressão entre dois grupos de motards ocorrida em março passado nos arredores da capital portuguesa.

A investigação da PJ, que envolve também movimentos de extrema direita, segundo estas fontes, está motivada por suspeitas de associação criminosa, tentativa de homicídio, tráfico de armas e de droga no seio deste grupo.