EFELisboa

O Rock in Rio Lisboa despede-se com um segundo fim de semana de concertos que conta com a banda britânica Duran Duran e o americano Post Malone como cabeças de cartaz e com os bilhetes esgotados para o último dia, o de domingo.

Depois de um primeiro fim de semana com o regresso em força do festival depois de quatro anos de ausência, com concertos de Muse, Black Eyed Peas, Liam Gallagher ou Ellie Goulding, entre outros, o Parque da Bela Vista da capital portuguesa volta a abrir suas portas para mais dois dias de música e experiências.

Prevê-se uma enchente para domingo, pois a organização anunciou esta semana que os bilhetes para esse dia estão completamente esgotados.

Post Malone, que arranca em Lisboa uma breve digressão europeia, é o cabeça de cartaz desse dia, no qual também vão atuar a brasileira Anitta, o americano Jason Derulo e os portugueses HMB.

A maior dificuldade de domingo será chegar ao recinto do festival, já que está prevista uma greve de 24 horas dos trabalhadores do Metro de Lisboa.

A organização prometeu mais lugares de estacionamento e um autocarro direto à "Cidade do Rock".

Para o sábado, dia para o qual ainda há bilhetes, o Rock in Rio apresenta um cartaz encabeçado por Duran Duran, A-Ha, UB40, Bush, o brasileiro Ney Matogrosso ou o português José Cid, com um concerto especial para celebrar os seus 80 anos.

O festival espera assim ultrapassar os números do primeiro fim de semana, quando recebeu 137.000 pessoas, segundo os dados divulgados pela organização.

O Rock in Rio, de origem brasileira, regressou a Lisboa este 2022 com a sua nona edição depois de quatro anos e após o cancelamento do programa de 2020 devido à pandemia.

A sua última edição em Lisboa, em 2018, recebeu 278.000 pessoas durante os quatro dias do festival.

Segundo os números da organização, este evento, que se realiza na capital portuguesa desde 2004, recebeu entre todas as suas edições mais de 2.5 milhões de espectadores e perto de 1.000 artistas, entre bandas, DJs, bailarinos e artistas de rua.