EFELisboa

O artista espanhol Arturo Álvarez (Pontevedra, 1964) inaugura hoje em Lisboa "O alvorecer das conversas", o seu novo projeto artístico na área de escultura e design.

A exposição, que se expõe até 18 de janeiro na galeria lisboeta "Nave", vai exibir uma coleção de esculturas com forma humana suspensas no ar.

Graças a um sistema específico de iluminação, estas obras serão projetadas de maneira tridimensional, com uma montagem no qual "toda a obra tem a luz como fio condutor", explica Álvarez à Efe.

"O alvorecer" divide-se nas peças "Leria", "Imos" e "Agora", que exploram as relações e a comunicação, "falam do entendimento ou incompreensão, do diálogo ou a falta dele, de diálogos surdos", precisa o artista.

No entanto, Álvarez realça que a mensagem da exibição faz "uma alusão ao otimismo".

"Transcender do estético e submergir-se no transcendental", conclui o artista, é o objetivo da exposição.

Arturo Álvarez recebeu ao longo da sua carreira vários prémios internacionais como o "Good Design Award", outorgado pelo Ateneu de Chicago, e expôs em galerias e museus de arte em Londres, Nova Iorque e Miami, além de Espanha.