EFELisboa

As autoridades portuguesas detiveram no município de Monção, na fronteira com a Galiza, um cidadão espanhol procurado por vários crimes de assalto à mão armada pela justiça do seu país, onde chegou a cumprir uma pena por homicídio.

O detido, de 54 anos, vivia "há pouco menos de um ano" numa "zona rural, na periferia" de Monção, juntamente com a sua esposa e filha, disseram à Efe fontes da Polícia Judiciária portuguesa.

O cidadão espanhol tinha chegado de Itália, de onde fugiu quando um tribunal em Girona lhe exigiu em 2013 o cumprimento de "cerca de 14 anos" por, entre outros crimes, roubo à mão armada de bancos e "sequestro".

Um novo pedido após ter já cumprido sentenças em Espanha e na Alemanha por outros crimes, entre os quais extorsão de empresários e um assassinato, cometidos na Galiza entre os anos 1990 e 1997.

No total, o acusado terá acumulado cerca de 30 anos de prisão durante a sua vida, aponta a PJ num comunicado.

O detido, que estava "sem trabalhar e foi apanhado em casa" no norte de Portugal, onde ainda se desconhece como lá chegou, foi encontrado após uma "troca de informação" com a Polícia Nacional de Espanha, acrescentaram as fontes.

Depois de prestar depoimento a um juiz português, o cidadão espanhol encontra-se sob custódia e a aguardar extradição.