EFELisboa

Um terço dos 241 surtos ativos de covid-19 em Portugal estão em estabelecimentos de ensino, segundo as autoridades sanitárias portuguesas, que informaram esta terça-feira de 973 novos casos, concentrados na sua maioria em Lisboa e Vale do Tejo.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou hoje que foram registados nos estabelecimentos de ensino -desde creches até ao ensino superior- 84 surtos ativos de um total de 241.

Deste número, apenas 5 são em lares de idosos, onde em fevereiro havia um máximo de 405 surtos, enquanto que por volta da mesma altura havia nos estabelecimentos de ensino 194, o que ressalta a importância do processo de vacinação, segundo fontes da DGS.

A situação mais preocupante do país é a zona de Lisboa, que representa esta terça 65% dos novos infetados diários, passando a incidência de 240 casos por cada 100.000 habitantes nos últimos 14 dias.

A incidência média em Portugal é de 84,5 casos nas últimas duas semanas, enquanto o índice Rt, que mede as pessoas que cada infetado contagia, continua em 1,09.

Desde o começo da pandemia, Portugal registou 859.045 casos de covid e 17.049 falecidos.