EFELisboa

A "exceção ibérica" para pôr teto ao preço do gás permitiu uma redução de 14% na fatura da eletricidade em Portugal nos seus primeiros 15 dias em vigor, anunciou esta quarta-feira o primeiro-ministro, o socialista António Costa.

"Em cada um destes 15 dias houve uma redução do custo do megawatt/hora (MWh) de no mínimo 10 euros e no máximo de 104,42 euros, atingidos hoje. Em média, o mecanismo ibérico permitiu uma poupança de 14% na eletricidade", disse Costa no Parlamento.

O primeiro-ministro, que discursou no debate da moção de censura que a extrema-direita apresentou contra o seu Governo, que não prosperou dada a maioria absoluta do Partido Socialista, assinalou que o limite no preço do gás levou a uma redução total de 27 milhões de euros nessa quinzena.