EFELisboa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa, foi operado esta quinta-feira com "êxito" e já acordou da anestesia, segundo informou o partido.

Jerónimo de Sousa, operado de urgência por uma estenose da carótida interna esquerda, encontra-se num "processo de vigilância clínica pós-operatória, como está previsto para cirurgias desta natureza", indicou o PCP em comunicado.

Devido a esta cirurgia, o secretário-geral do partido, de 74 anos, fica afastado da campanha para as eleições legislativas marcadas para 30 de janeiro e só poderá regressar na reta final.

João Oliveira e João Ferreira foram os escolhidos para substituir Jerónimo de Sousa, líder dos comunistas portugueses desde 2004, nos atos de campanha.

Portugal regressa às urnas no próximo dia 30 depois do Governo do socialista António Costa não ter conseguido apoio suficiente para aprovar o Orçamento.

Segundo as últimas sondagens, como a realizada pela Pitagórica para as cadeias de televisão "TVI" e "CNN Portugal", a coligação formada pelo Partido Comunista e Os Verdes (CDU) continua em queda e ronda os 5% em intenção de voto.