EFELisboa

Lisboa e a sua área metropolitana tornaram-se esta semana no principal foco de expansão e de falecidos por coronavírus em Portugal, chegando inclusivamente a registar 97% dos positivos do país nas últimas 24 horas.

Dos 285 novos contágios detetados em Portugal nas últimas 24 horas, 277 correspondem à região lisboeta.

Ao todo, Portugal, que se encontra na segunda fase de desconfinamento, tem 31.292 contagiados, 10.055 destes correspondem a Lisboa.

O país registou também 1.356 mortos, contando já com os 14 das últimas horas, 10 deles na capital.

Alguns dos surtos da área metropolitana da capital foram detetados em trabalhadores da zona periférica da Azambuja, onde estão localizadas 220 empresas com aproximadamente 8.500 funcionários.

A diretora geral de Saúde de Portugal, Graça Freitas, disse hoje em conferência de imprensa que "o que está a acontecer em Lisboa é o que aconteceu em outras zonas do país", já que o vírus ainda se propaga pelo território português, embora de forma "diferente segundo as localidades".

Desde o início da pandemia que Portugal se destacou na Europa como um dos países que melhor controlou a expansão do coronavírus, pelo que já retomou, com certas restrições e medidas de segurança, grande parte da sua atividade social e empresarial.