EFELisboa

O presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, voltou esta terça-feira a dar negativo pela segunda vez nos testes realizados para confirmar um primeiro diagnóstico positivo de coronavírus.

O resultado foi anunciado em comunicado pela Presidência, após na noite de segunda ter dado positivo para covid-19.

Na manhã de terça conheceu-se que tinha dado negativo num segundo teste realizado também na noite de segunda e que iria fazer um terceiro teste para esclarecer o diagnóstico, que acabou por dar negativo.

O presidente, de 72 anos, sempre assintomático, mostrou-se esta terça-feira "muito irritado" com as autoridades de saúde porque não recebeu orientações claras de se pode retomar a normalidade após os dois negativos.

Rebelo de Sousa está em plena campanha eleitoral para um segundo mandato nas eleições de 24 de janeiro e estava previsto esta noite um debate entre os sete candidatos presidenciais.

O chefe de Estado estava em isolamento desde a noite de segunda no Palácio de Belém, onde se encontrava quando conheceu o resultado positivo do primeiro teste, embora habitualmente não o utiliza como residência, já que continua a viver na sua casa em Cascais.

Face à falta de orientações das autoridades de saúde, optou por participar no debate eleitoral por videoconferência, e no final da tarde foi no seu próprio veículo para casa.

"Vim a casa para fazer o debate aqui, não o ia fazer em Belém. O debate não é com o presidente, é com o candidato", disse à RTP.