EFELisboa

A Mercadona abriu esta terça-feira ao público o seu terceiro supermercado em Portugal, na cidade da Maia (norte), após as aberturas que já fez em Vila Nova de Gaia e Matosinhos (região do Porto) nos passados dias 1 e 9 de julho, respetivamente.

Esta nova loja conta com 1.900 metros quadrados de superfície de venda, atendida por 85 empregados, e porá ao serviço dos consumidores 35 pratos diários recém cozinhados.

A Mercadona pretende até ao final do ano abrir outras sete lojas no norte de Portugal, nos distritos de Aveiro, Porto e Braga.

Em 2020 vai abrir outra dezena, prevendo durante os próximos anos chegar aos 150 supermercados em Portugal.

A marca valenciana já tem em Portugal 900 empregados -que serão 1.100 no final deste ano- e deve investir cem milhões de euros ao longo de 2019.

A este investimento é preciso somar outros 160 milhões de euros que a Mercadona destinou desde 2016 ao seu processo de internacionalização em Portugal para a construção dos supermercados, a criação de um centro logístico na Póvoa de Varzim e de um centro de Coinovação em Matosinhos (Porto) no qual se fazem provas para adaptar os produtos ao cliente português.