EFELisboa

A agência de rating Moody's piorou esta quarta-feira os cálculos do Governo português, que prevê um défice de 7%, e defende que este será dois dígitos superior no fim de 2020.

O défice luso vai subir a 9,2% este ano devido à pandemia, afirma a Moody's num comunicado no qual estima que em 2021 o défice será de 4,8%.

A agência também choca com a previsão do Governo quanto à caída do produto interno bruto (PIB): enquanto o gabinete do socialista António Costa prevê uma caída de 6,9%, a Moody's considera que o desabe será na verdade de 9,5%.

Uma descida que estará "entre as mais severas da Zona Euro", diz a agência.