EFELisboa

O adiamento do Conselho Europeu para os dias 1 e 2 de outubro devido a um positivo por COVID-19 no meio do presidente, Charles Michel, obriga também ao adiamento da cimeira luso-espanhola, que estava em princípio prevista para o dia 2, informou à Efe uma fonte oficial do Governo português.

Os chefes de Governo e de Estado da União Europeia terão que estar presentes nos dias 1 e 2 na cimeira extraordinária em Bruxelas, o que impediria que o primeiro-ministro português, António Costa, e o presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, participassem na cimeira ibérica que ia ser realizada na Guarda (Portugal).

Como tal, o evento terá que ser adiado a outro momento, embora ainda não tenha sido divulgada uma data alternativa.

Portugal e Espanha têm previsto realizar na Guarda a XXXI cimeira luso-espanhola, que já teve de ser reprogramada devido ao avanço da COVID-19.

O evento bilateral terá como tema central a criação de uma estratégia comum para o desenvolvimento das regiões transfronteiriças, segundo explicou Costa em julho, quando recebeu Sánchez em Lisboa.