EFELisboa

Portugal registrou esta quinta-feira 3.960 contágios, um novo recorde diário desde o início da pandemia, e 24 mortos, dados que corroboram a subida acentuada da curva e que levaram o primeiro-ministro, António Costa, a convocar uma reunião extraordinária do seu gabinete para sábado.

Os últimos números, divulgados pela Direção Geral de Saúde (DGS), deixam um balanço total de 2.394 falecidos e 128.392 infetados desde o começo da crise.

Há também aumentos no número de internados, 1.794 no total (mais 47), 262 dos quais estão nos cuidados intensivos (mais nove).

O constante aumento da curva, que representa uma enorme pressão sobre os hospitais portugueses, levou Costa a convocar esta quinta um Conselho de Ministros extraordinário para o próximo sábado, onde vão definir "ações imediatas", segundo disseram fontes do Executivo.