EFELisboa

Portugal recebeu um cabo submarino de fibra óptica de última geração da Google que liga a Europa com a África do Sul, com ligações intermediárias em vários países do oeste e centro do continente africano, e que irá entrar em funcionamento no final de 2022.

O cabo "Equiano" liga a Europa, através de Portugal, com a África do Sul e tem ramificações para o Togo, Nigéria, Namíbia e a ilha Santa Elena, que podem ser utilizadas para estender a conectividade a outros países do continente.

Esta ligação será amarrada na próxima semana na Estação Internacional de Cabos Submarinos de Sesimbra, operada pela operada por Altice Portugal.

O cabo é "uma infraestrutura de vanguarda com capacidade de 144 Tbps (terabytes por segundo)", segundo explicou hoje a operadora de telecomunicações em comunicado, no qual assinalou que tem 20 vezes mais capacidade de rede que o último cabo construído para servir esta região.

Portugal já recebeu no ano passado o primeiro cabo submarino que liga diretamente a Europa com a América Latina, o "EllaLink", que estabelece uma conexão entre o porto de Sines e Fortaleza (Brasil).

O país irá em breve receber outros cabos submarinos: o "2Africa", da Facebook, com 37.000 quilómetros de comprimento e ligações ao longo de todo o continente africano, e o "Medusa", da AFR-IX, que irá de Lisboa a Port Said (Egito).