EFELisboa

Portugal registou um total de 3,3 milhões de dormidas em fevereiro passado, o que representa uma queda de 1% em comparação com o mesmo mês de 2018, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A descida das dormidas contrasta com o aumento de 4,5% registado em janeiro.

Os dormidas caíram especialmente na Região Centro, 4,5%, e Madeira, 3,9%, enquanto subiram nos Açores (2,1%) e Algarve (1,2%).

Por lugar de procedência, cresceram especialmente os visitantes dos Estados Unidos (subiram 32,2%) e Irlanda (mais 20,9%), enquanto os turistas da Suíça diminuíram 18,7% e os da Bélgica caíram 16,5%.

O Reino Unido, o principal mercado emissor com 18% do total de dormidas de não residentes, registou por sua parte uma subida de 2,1% em fevereiro.

A taxa de ocupação das vagas hoteleiras portuguesas em fevereiro foi de 33,5%, enquanto a estadia média foi de 2,4 noites.

O turismo foi um dos principais motores económicos de Portugal nos últimos anos, representa cerca de 17% das exportações e emprega 8% da população ativa do país.