EFEGuarda (Portugal)

A cidade portuguesa de Elvas, junto à província espanhola de Badajoz, vai relembrar a partir deste sábado, 13 de janeiro, a Batalha das Linhas de Elvas, que foi o início da Restauração de Portugal no século XVII e pôs fim à União Ibérica.

Elvas, considerada pela UNESCO como Património da Humanidade, vai começar os atos festivos com a inauguração no sábado de uma exposição fotográfica da artista Sónia Lourenço na Casa da Cultura.

No domingo, 14 de janeiro, Elvas realizará os atos centrais para festejar uma efeméride que concluíu no Tratado de Lisboa de 1668 entre Espanha e Portugal.

Pela manhã haverá uma homenagem aos caídos durante a Batalha das Linhas de Elvas e fará-se uma visita ao túmulo do general português André Alburquerque, situada no Convento de São Francisco.

Ao longo do dia, para festejar os 359 anos da batalha, haverá desfiles militares na Praça da República de Elvas, juntamente com um concerto a cargo da Orquestra Ligeira do Exército de Portugal.