EFELisboa

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, chegou este domingo a Portugal para dar início a uma viagem pela Europa na qual irá procurar alianças a fim de renegociar a dívida com o Clube de Paris e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

A primeira reunião, sem declarações à comunicação social, teve lugar esta tarde no Palácio de Belém, onde foi recebido pelo presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa.

Esta é uma digressão para renegociar "in extremis" a dívida de 2.400 milhões de dólares da Argentina com o Clube de Paris, uma vez que, se não for alcançado um acordo antes do final de maio, entrará em incumprimento.

Na segunda-feira de manhã vai-se reunir com o primeiro-ministro português, António Costa, e à tarde irá para Espanha, já que na terça-feira terá reuniões com o rei Felipe VI e o presidente do Governo, Pedro Sánchez.

Com o objetivo de ganhar apoio nas renegociações com o FMI e o Clube de Paris, a digressão europeia do presidente argentino leva-o ainda a França, Vaticano e Itália.