EFELisboa

O festival Primavera Sound do Porto anunciou esta terça-feira que adiou a edição deste ano para julho de 2022 devido à incerteza e às restrições impostas pela pandemia de coronavírus, segundo explicou a organização em comunicado.

O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a cair este ano, uma decisão que os responsáveis justificam com as circunstancias impostas pela covid-19, que "fazem com que não seja possível trabalhar com normalidade na preparação do festival ou assegurar a sua realização".

Este é o segundo ano consecutivo que o NOS Primavera Sound é adiado, e como já aconteceu na última edição todos os bilhetes adquiridos para este ano são válidos para edição de 2022", embora seja possível solicitar o reembolso a partir de janeiro de 2022.

De acordo com a organização, o NOS Primavera Sound do Porto vai regressar entre 9 e 12 de junho de 2022.

O festival tinha no cartaz para este verão Tame Impala, Pavement, Gorillaz ou Tyler, the Creator, e espera-se que no próximo junho anuncie eventuais alterações nos grupos que irão atuar em 2022.

O novo adiamento do festival ensombrece um verão esperado com ânsia depois de cancelamentos de eventos em 2020, ano em que Portugal acumulou perdas de 1.600 milhões de euros com a suspensão ou adiamento de festivais como o NOS Alive, Super Bock Super Rock ou o EDP Cool Jazz Fest.