EFELisboa

O PS continua a aumentar a sua distância com o PSD nas sondagens e já tem uma vantagem de 14,4 pontos percentuais.

Segundo a última Eurosondagem, publicada hoje pelo semanário Expresso, os socialistas obteriam atualmente 41,3% dos votos, 1,1 pontos mais do que na anterior sondagem.

O o principal partido da oposição, o PSD, conseguiria 26,9% dos votos, um ponto menos menos que há um mês.

Esta sondagem foi realizada com encuestas telefónicas entre 14 e 17 de janeiro, depois das diretas do PSD nas que Rui Rio foi escolhido como novo líder do partido.

Curiosamente, o presidente saliente do PSD, Pedro Passos Coelho, foi o líder político que mais subiu nas sondagens este mês, 1,9 pontos até atingir uma nota de 7,8.

A Eurosondagem mostra também uma ligeira queda dos sócios parlamentares do Governo socialista: o Bloco de Esquerda (BE) obteria 8,5% dos votos (uma décima menos, terceira maior força) e a coligação entre comunistas e ecologistas CDU 6,9%, uma décima menos.

Esta ligeira queda relega os comunistas como quinta força do país, após ser ultrapasados pelo CDS, que somou uma décima e consegue assim 7% dos votos.