EFELisboa

Um militar ficou esta quarta-feira levemente ferido na queda de um helicóptero no qual viajava na cidade de Pampilhosa da Serra, no centro de Portugal, onde participava nos trabalhos de extinção de um incêndio próximo.

Segundo confirmou o Comando Distrital de Operações de Socorro da zona à imprensa, a aeronave tinha acabado de descolar de Pampilhosa da Serra com seis pessoas a bordo quando, "por motivos ainda desconhecidos", caiu.

Um dos ocupantes, um militar, ficou levemente ferido, enquanto o resto saiu ileso do acidente.

O helicóptero fazia parte do dispositivo de combate a um incêndio na cidade próxima de Proença-a-Nova, onde, segundo informação atualizada da Autoridade Nacional de Proteção Civil, as chamas já foram controladas.

Ainda estão ativos dois incêndios de pequenas dimensões no país, um no município de Odemira (sul) e outro em Loures, no distrito de Lisboa.

O Governo português declarou esta terça-feira a situação de alerta em todo o território continental por elevado risco de incêndio, que estará vigente até domingo devido às altas temperaturas, que ultrapassam hoje os 35 graus em vários pontos do país.

A medida permite mobilizar com maior rapidez os meios de combate e reforça a vigilância das zonas mais vulneráveis, fundamentalmente territórios rurais do centro de Portugal.