EFELisboa

O Rock in Rio Lisboa foi adiado até junho de 2022 devido à pandemia de coronavírus, tornando-se assim no segundo grande festival que cai este ano em Portugal, depois do Primavera Sound do Porto.

A próxima edição vai-se realizar agora entre 18 e 26 de junho de 2022, dado que, devido ao estado de emergência em vigor no país, não vai ser possível montar o recito do evento, a Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista de Lisboa.

A edição do Rock in Rio deste ano estava prevista para o próximo junho com um cartaz composto por artistas internacionais como Post Malone, Anitta, Foo Fighters ou Black Eyed Peas.

Os bilhetes adquiridos em 2020 ou 2021 estão "automaticamente" válidos para a próxima edição, segundo a organização

O Rock in Rio Lisboa representa um impacto económico direto para mais de 17.600 pessoas e 370 empresas que trabalham na realização do festival, e gera mais de 70 milhões de euros "através da música e entretenimento", segundo dados da organização.

O cancelamento de festivais já marcou 2020, ano em que o país registou perdas de 1.600 milhões de euros com a suspensão ou adiamento de eventos como o NOS Alive, Super Bock Super Rock ou o EDP Cool Jazz Fest.