EFELisboa

A companhia de voos "low cost" Ryanair anunciou hoje que a partir do próximo verão vai começar a operar no arquipélago da Madeira com voos que irão ligar o Funchal com Portugal continental e Bélgica, Irlanda, Inglaterra, França, Itália e Alemanha.

Esta será a quinta base da Ryanair em Portugal, que também opera nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e em Ponta Delgada (Açores).

Segundo anunciou hoje o presidente executivo da Ryanair, Eddie Wilson, no aeroporto Cristiano Ronaldo, do Funchal, a companhia investiu no novo projeto 177 milhões de euros para adquirir duas aeronaves que farão voos entre a Madeira e as cidades de Bruxelas, Dublin, Manchester, Londres, Marselha, Paris, Milão e Nuremberga, além de Lisboa e Porto.

As novas rotas que vão começar a operar a partir do próximo verão e que terão um preço de 29,99 euros, representarão 40 voos semanais e a criação de 60 postos de trabalho diretos.

Eddie Wilson explicou que esta iniciativa contribuirá ao "crescimento do turismo regional" da Madeira e criará "mais de 400 postos de trabalho indiretos".