EFENicosia

Fanáticos ortodoxos em Nicósia apelaram no sábado à retirada da canção com a qual Chipre irá competir no Festival de Eurovisão, ao considerar que "O Diabo", titulo da canção, e o seu conteúdo ofende o seu credo religioso e constitui um "escândalo para os cristãos".

O protesto, organizado pela associação "Juventude Ortodoxa de Chipre", teve lugar fora dos portões da emissora pública cipriota CyBC, que na semana passada escolheu a canção "O Diabo" para representar o país na 65ª edição do concurso europeu.

Interpretada pela cantora grega Elena Tsagrinu, a canção cipriota, que além do título inclui também algumas outras palavras em espanhol, desencadeou após a sua apresentação na semana passada um forte protesto da Igreja Ortodoxa, que descreveu a canção como um "hino a Satanás".

"É um hino às forças escuras e proclama a submissão do homem à escuridão e à humilhação", disseram hoje os manifestantes.