EFEMiami

Uma operação secreta levou nesta sexta-feira 17 homens para prisão devido a crimes de exploração sexual infantil, incluindo dois funcionários do complexo de parques de Walt Disney World, em Orlando, no estado americano da Flórida.

"Essas pessoas possuíam e compartilhavam pornografia infantil e se aproveitam dos mais inocentes e vulneráveis entre nós: nossas crianças", disse o Sheriff do Condado de Polk, na Flórida Central, Grady Judd.