EFETel Aviv

O holandês Duncan Laurence se declarou vencedor com 492 pontos da sexagésima quarta edição de Eurovisão com "Arcade", uma balada "soul" de corte intimista e regras eletrónicas que outorga a este país o seu quinto triunfo no Festival Europeu da Canção, o primeiro desde 1975.

Foi em uma gala celebrada no recinto de Ex-po Tel Aviv desta cidade israelense, na qual o candidato espanhol, Miki, acabou com o seu tema "A venda" em vigésimo segundo lugar com 60 pontos, o mesmo resultado de Barei em 2016 e um posto acima de Alfred e Amaia o ano passado, com o que também não escapou à maldição dos últimos lugares.

O pódio desta edição, à qual concorriam 26 países no final e 41 desde o início das semifinais, o completaram a Suécia, com 465 pontos para Itália e o tema "Soldi", e a Rússia, com 369 pontos para o seu representante e a canção "Scream".

O resto do top "10" o completam a Suíça (360), a Noruega (338), a Suécia (332), o Azerbaijão (297), a Macedônia do Norte (295), a Austrália (285) e a Islândia (234).