Madrid, 15 de Maio (EFE) - Lola Flores, "La Faraona", é um ícono pop para as novas gerações. Arrojada e corajosa no seu vestir, criou tendências com os seus decotes e folhos, os seus acessórios dourados, a sua pele escura e o seu canto marcado, poder-se-ia dizer que ela era uma "influercer" antes do termo ser inventado.

"Lola Flores foi inovadora, corajosa e inovadora no vestir", explicou a estilista Juana Martín à Efe, que se lembra de vê-la usando vestidos fabulosos de Balenciaga e Pedro Rodríguez.

"Como eu iria maravilhar-me", cantou esta cigana, com corpo balançante, cabelo preto, vivaz, com um olhar hipnótico e sobrancelhas marcadas que "vivia na vanguarda da moda, era uma mulher de coragem e temperamento, impressionava quando olhava", acrescentou a estilista de Córdoba, no 25º aniversário da morte de Lola Flores, amanhã.