Bogotá, 16 de Agosto (EFE) - Mercedes Barcha, que morreu no sábado na Cidade do México, foi uma mulher essencial na vida e obra do Prémio Nobel colombiano Gabriel García Márquez, com quem esteve casada durante 56 anos até à morte do escritor em 2014, uma relação que transcendeu a esfera literária.

"Para Mercedes, claro", diz a dedicação do escritor à sua esposa em "Amor no Tempo da Cólera", que para alguns é o melhor romance do autor colombiano, ao mesmo nível de "Cem Anos de Solidão", a sua obra-prima.

Mercedes Barcha Pardo nasceu a 6 de Novembro de 1932 em Magangué, uma cidade tórrida no departamento de Bolívar, nas margens do rio Magdalena. Encontraram-se em 1941 num baile de estudantes em Sucre, outra cidade das Caraíbas no departamento de Sucre, onde as duas famílias tinham chegado anos antes.