EFEParís

As obras para garantir a estabilidade da catedral de Notre Dame custarão cerca de 85 milhões de euros, disse este sábado a Prefeitura (delegação do governo) da região de Paris num relatório sobre a situação do templo sete meses após o incêndio que devastou sua cobertura e a agulha.

O custo inclui estudos de diagnóstico e avaliação e o salário dos trabalhadores contratados para a operação. No total, de acordo com o seu relatório, há 39 empresas envolvidas.

A análise é publicada um dia após a criação por decreto do novo órgão público que será responsável pela restauração, presidido pelo General Jean-Louis Georgelin e está programada para realizar sua primeira reunião na próxima terça-feira.