EFELos Angeles (EUA)

Dezenas de figuras do cinema, tais como Martin Scorsese ou Quentin Tarantino, enviaram uma carta à Academia de Hollywood para mostrar a sua rejeição à entrega de algumas categorias dos Óscares durante o intervalo da gala, informou hoje a Variety.

"Relegar estas artes essenciais do cinema a um estatuto menor na 91ª edição dos Óscares não é nada menos que um insulto aqueles de nós que dedicamos as nossas vidas e paixões à nossa profissão", dizem os signatários da carta.

Além de Scorsese e Tarantino, o texto conta com nomes de cineastas como Damien Chazelle, Spike Lee, Cary Joji Fukunaga e Ang Lee, assim como dos diretores de fotografia Roger Deakins, Emmanuel Lubezki e Reed Morano, entre outros.

A instituição que organiza anualmente os Óscares afirmou segunda-feira que as estatuetas de fotografia, montagem, curta-metragem de ficção e maquilhagem seriam anunciadas durante os anúncios para que a transmissão da cerimónia não dure mais de três horas.

Os discursos dos vencedores serão editados e emitidos em diferido durante a gala.

A Academia esclareceu também que essas quatro categorias poderão ser acompanhadas ao vivo através da transmissão em "streaming".

Esta decisão provocou a rejeição imediata dos cineastas mexicanos Alfonso Cuarón, favorito este ano aos Óscares pelas dez nomeações de "Roma", e Guillermo del Toro, que triunfou no ano passado na grande gala do cinema com "The Shape of Water".

"Na história do cinema houve obras-primas sem som, sem cor, sem história, sem atores e sem música. Não houve nenhum filme sem fotografia e sem montagem", escreveu Cuarón no Twitter.

"Não me atrevo a sugerir que categorias cortar dos Óscares, mas a fotografia e a montagem estão no coração da nossa arte. Não são heranças de uma tradição teatral ou literária: são o cinema em si mesmo", disse Del Toro numa mensagem no Twitter que posteriormente foi apagada.

A 91ª edição dos Óscares vai-se realizar a 24 de fevereiro no Dolby Theater de Los Angeles (EUA) sem apresentador após a renúncia do comediante Kevin Hart, que ia ser o mestre de cerimónias do evento.