EFELisboa

A transferência de portugueses do Sporting Gelson Martins e William Carvalho, que agora jogam no Atlético de Madrid e no Betis, respetivamente, foram alguns dos movimentos mais importantes do mercado de contratações português durante o verão.

A crise institucional do Sporting favoreceu a saída de alguns dos seus jogadores mais importantes, pelo que Gelson Martins foi contratado pelo clube "colchonero" para os próximos quatro anos, já que é um jovem extremo de 23 anos com um largo percurso.

William Carvalho, médio-defensivo da seleção portuguesa, também aproveitou para dar o salto ao futebol espanhol e assinou pelo Betis de Quique Setien pelas próximas cinco temporadas.

Por sua vez, o guarda-redes do Sporting e referência da seleção nacional portuguesa, Rui Patrício, também deixou os "leões" para assinar pelos ingleses do Wolverhampton, treinados pelo português Nuno Espírito Santo.

Entre as contratações mais marcantes do Sporting está a chegada de um velho conhecido, Nani (ex-Valência), que foi formado na academia dos verde e brancos juntamente com o seu amigo Cristiano Ronaldo.

Para reforçar a baliza, o Sporting decidiu contratar dois experientes guarda-redes, o italiano Viviano e o francês Salin.

O Benfica do espanhol Alejandro Grimaldo conseguiu manter o seu bloco de futebolistas da última época, tendo-se reforçado com algumas chegadas, tais como o médio brasileiro Gabriel, vindo do Leganés.

Também assinaram, entre outros, os argentinos Lema (central) e Facundo Ferreyra (avançado) e o atacante internacional chileno Nicolás Castillo.

No Porto também houve numerosos movimentos durante o mercado do verão, incluindo a saída do defesa central espanhol Iván Marcano, que decidiu não renovar e assinar pela Roma pelas próximas três temporadas.

O mexicano Diego Reyes (ex-jogador do Espanyol e da Real Sociedad) não quis renovar com os "dragões" e rumou ao futebol turco, assinando pelo Fenerbahçe.

Após a prolongação do contrato de Iker Casillas, que vai permanecer vinculado ao Porto por mais um ano, o seu substituto, José Sá, decidiu na sexta-feira assinar pelo grego Olympiacos.

Entre as mais notáveis ​​adições do Porto estão dois laterais brasileiros Éder Militão, vindo do São Paulo, e Jorge, oriundo do Mónaco.

Um conhecido do futebol espanhol, o jogador do Real Madrid Fábio Coentrão, que não entrava nos planos do treinador Julen Lopetegui, foi anunciado ontem à tarde como reforço do Rio Ave, clube em que o lateral-esquerdo foi formado.

Outra contratação de última hora foi o internacional colombiano Jackson Martínez, um jogador que passou pelo Atlético de Madrid e regressa a Portugal, onde brilhou ao serviço do Porto, para jogar pelo Portimonense após representar o chinês Guangzhou.